Atendimento por WhatsApp 55 11 99508-6782

Notícias

Crescido 'coração pulsante' em laboratório, sendo esse o 1º órgão auto-organizado deste tipo

Os cientistas cresceram com sucesso um feixe de células-tronco humanas em um coração artificial do tamanho de uma semente de gergelim. Eles esperam que seu modelo de coração permita testar medicamentos cardíacos para a segurança e eficácia, antes de realizarem ensaios clínicos.

A massa pulsante é o primeiro órgão em miniatura auto-organizado parecido com o coração humano, incluindo até uma câmara oca fechada por uma parede de tecido cardíaco, de acordo com a revista Cell.

Órgãos cardíacos simples, ou cardioides, já foram construídos em laboratório antes, mas apenas usando um suporte, um molde ou uma matriz para reunir as células. Este "novo coração" se construiu espontaneamente.


Outros estudos conseguiram crescer organoides auto-organizados de olho, cérebro e do intestino usando técnicas de sinalização conhecidas por coordenar o desenvolvimento cardíaco no embrião humano.

"Não é que usamos algo diferente dos outros pesquisadores, mas usamos todos os sinais conhecidos", explicou a bióloga Sasha Mendjan da Academia Austríaca de Ciências em Viena.

Os sinais levam à diferenciação da célula-tronco, permitindo que este órgão ou organoide desenvolva camadas distintas quando é controlado firmemente.

Após uma semana de crescimento no laboratório, os cientistas notaram que sua massa de células havia formado uma estrutura 3D que podia bater ritmicamente, espremendo o líquido para dentro e para fora de sua cavidade, que é parecida com câmara cardíaca.

"Queremos criar modelos de coração humano que se desenvolvam mais naturalmente, e, por conseguinte, se tornem mais preditivos para doenças", disse Mendjan.

Os cientistas esperam que seu modelo permita testar medicamentos cardíacos para a segurança e eficácia antes de realizarem ensaios clínicos. Os pesquisadores pretendem desenvolver cardioides auto-organizados com várias câmaras semelhantes a corações humanos

Comentário CCB:

A biotecnologia a serviço da medicina.

Fonte: sputniknews

Publicado em: 9 de junho de 2021 às 18:06.

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: [email protected]
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003