Atendimento por WhatsApp 55 11 99508-6782

Notícias

Você sabe o que é clonagem?

A clonagem é um mecanismo de produção de indivíduos geneticamente iguais. A reprodução assexuada de algumas bactérias, insetos e plantas ocorre por clonagem.

No entanto, ela também é uma técnica utilizada na biotecnologia, mais especificamente na engenharia genética, que funciona como um tipo de reprodução artificial.

O processo de clonagem não usa gametas para dar origem aos novos indivíduos que são chamados de clones.

Ela produz indivíduos que são cópias genéticas, ou seja, possuem o mesmo material genético do indivíduo que doou a célula somática para a clonagem.

Tipos de clonagem

Existem vários tipos de clonagem, que podem ser classificadas como naturais ou artificiais. As técnicas utilizadas para cada uma delas podem variar de acordo com o objetivo do procedimento.

Clonagem natural

A clonagem natural ocorre em algumas plantas, insetos e bactérias como forma de reprodução assexuada.

Ela também pode acontecer nos humanos, na gravidez de gêmeos univitelinos, que são formados a partir de um único embrião que se divide ao meio.

Clonagem induzida

A clonagem induzida é a reprodução assexuada artificial manipulada em laboratório para produzir clones.

Clonagem reprodutiva

A clonagem reprodutiva tem como objetivo a produção de organismos idênticos ao progenitor deles.

Durante essa clonagem é realizada a transferência nuclear, ou seja, retira-se o núcleo de uma célula gamética e introduz-se o núcleo da que será clonada, podendo ser o de outra célula gamética ou de uma somática.

Geralmente, esse processo é feito em células gaméticas que, depois de terem o núcleo trocado, são introduzidas no útero/ovário do organismo para dar continuidade ao desenvolvimento do embrião.

Esse tipo de clonagem pode causar o envelhecimento precoce do clone e, consequentemente, causar a morte precoce dele.

Os clones também podem apresentar anomalias possivelmente causadas por falhas na reprogramação do genoma.

A técnica da clonagem reprodutiva é mais eficaz quando os núcleos transferidos também são de células embrionárias e não de células adultas.

Clonagem terapêutica

A clonagem terapêutica ocorre de forma semelhante à clonagem reprodutiva, entretanto, a célula clonada não é introduzida no útero para se desenvolver.

As células clonadas se desenvolvem e formam células-tronco com capacidade para se dividir e diferenciar em outros tipos celulares.

Essas células-tronco são direcionadas para formar tecidos específicos geneticamente iguais aos do doador.

A clonagem terapêutica é uma técnica que poderia ser utilizada para tratamento de doenças, substituição de órgãos e tecidos que estejam com alguma deficiência.

Usando esse tipo de técnica para a realização de transplantes, por exemplo, os riscos de rejeição seriam completamente reduzidos, pois o material transplantado teria o mesmo material genético do receptor.

No entanto, se o paciente que for receber o transplante tiver algum tipo de doença genética, ele não pode ser seu próprio doador, pois a mutação que causa a doença estaria presente em todas as células, inclusive no novo órgão ou tecido produzido por clonagem terapêutica.

Comentário CCB:

As células-tronco tem a capacidade de ao se dividir se diferenciar em vários tipos de tecidos. In Vitro essa diferenciação pode ser controlada.

fonte: Escola e Educação | Denisele Flores

Publicado em: 8 de julho de 2020 às 19:07.

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: ccb@ccb.med.br
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003