Notícias

9 de abril de 2020

UFRJ trabalha para desenvolver terapia com células-tronco contra a COVID-19

Frente à pandemia que tem sido a principal preocupação da população do mundo inteiro, muitos pesquisadores estão unindo forças para entender como lidar com a COVID-19. É o caso da UFRJ, por exemplo, que conta com um grupo que está trabalhando para desenvolver terapia com células-tronco em pacientes com quadros críticos. A líder desse grupo de pesquisas, Patrícia Rocco, chefe do Laboratório de Investigação Pulmonar da UFRJ, membro da Academia Nacional de Medicina e da Academia Brasileira de Ciências, deu uma entrevista ao jornal O Globo contando que essa equipe investiga o uso de derivados de células-tronco voltados principalmente a pacientes com estágio avançado da doença. Quando se trata de casos graves, Patrícia conta que os pulmões ficam inflamados, podendo ficar mais rígidos e não responder aos procedimentos usuais, como altos níveis de pressão expiratória final. "Além disso, estamos vendo que os pacientes apresentam embolia pulmonar frequentemente associada à COVID-19, deterio

3 de abril de 2020

Coronavírus: os 4 pilares para manter a imunidade em dia

Responsável pelas defesas naturais do nosso organismo, o sistema imunológico virou o centro das atenções em tempos de coronavírus. Isso porque, como ainda não temos medicamentos ou vacinas para nos proteger desse novo vírus, combatê-lo depende inicialmente da capacidade de resposta de cada indivíduo à doença, conhecida como covid-19. Sendo assim, mesmo que não impeça ninguém de contrair a doença, ter uma imunidade em dia é vital para ajudar na luta contra a infecção e na recuperação do doente, dizem especialistas ouvidos pela BBC News Brasil. Segundo eles, são quatro os pilares de uma "boa imunidade": praticar exercícios físicos regularmente, reduzir o estresse, dormir bem e ter uma alimentação balanceada. Mas, antes de tudo, os especialistas alertam para outro tipo de combate, contra a "desinformação". O principal mito é a suposição de que podemos "elevar nossa imunidade", dizem. "Não existe essa história de imunidade alta. Existe imunidade normal ou imunidade baixa por algum

26 de março de 2020

"Impressora de pele" promete ajudar na cicatrização e curar queimaduras

Uma nova impressora 3D portátil pode depositar "folhas de pele" uma sobre as outras e criar um curativo biológico para cobrir grandes queimaduras em humanos — e, de quebra, sua "bio tinta" pode acelerar o processo de cicatrização. O dispositivo, desenvolvido por uma equipe de pesquisadores da Universidade de Engenharia de Toronto e o Sunnybrook Hospital, cobre feridas por completo. A tinta é composta por células-tronco que se diferenciam em tipos de células especializadas, dependendo do ambiente. Por isso, nesse caso, o material promove a regeneração da pele e reduz as cicatrizes. O projeto é liderado pelo PhD Richard Cheng, sob a supervisão do professor Axel Guenther, em colaboração com o Dr. Marc Jeschke, diretor do Ross Tilley Burn Center, e sua equipe no Hospital Sunnybrook. Seus ensaios bem-sucedidos em feridas são relatados na revista Biofabrication . O documento é um grande passo à frente para a equipe, que lançou o primeiro protótipo da impressora para peles em 2018. Acreditav

19 de março de 2020

A união de biologia e tecnologia pode criar o 1º pâncreas bioartificial

Um dispositivo promissor pode, no futuro, medir a glicose dos pacientes com diabetes e automaticamente aplicar a dose certa de insulina Há mais de três décadas, pesquisadores de todo o mundo se esforçam para desenvolver um pâncreas artificial que ajude pessoas com diabetes. A ideia é criar um dispositivo capaz de automaticamente medir as flutuações da glicose e, em seguida, aplicar a insulina. Tudo isso sem que o paciente tenha de se preocupar em contar carboidratos na dieta, analisar gráficos, calcular a dose de insulina… Pois há uma nova promessa nesse front: a empresa Defymed, especialista em produtos médicos implantáveis, desenvolveu o MailPan. É uma espécie de bolsa implantável dentro do corpo, na parte mais superficial da parede do abdômen, e que contém no seu interior células produtoras de insulina geradas em laboratório a partir de células-tronco embrionárias. A bolsa do dispositivo atua como uma espécie de escudo, impedindo o ataque do nosso sistema imunológico contra as

12 de março de 2020

Cientistas desenvolvem primeira córnea humana feita em uma impressora 3D

A descoberta pode diminuir a fila de 15 milhões de pacientes que aguardam um doador.   Pesquisadores da Universidade Newcastle, no Reino Unido, conseguiram desenvolver a primeira córnea humana feita em uma impressora 3D. O objetivo é evitar a dependência de um doador, podendo "fabricar" uma córnea nova para um paciente. A pesquisa estima que cerca de 15 milhões de pessoas em todo o mundo esperam por uma doação de córneas atualmente. A córnea é a parte transparente que fica na camada mais externa do olho. Ela é responsável por permitir a entrada da luz, além de focar em objetos ou cenas. No transplante, essa "película" doente é removida e a saudável é colocada em seu lugar.  Para conseguir desenvolver uma córnea "artificial" os cientistas, Steve Swioklo e Che Connon, criaram um material específico para a impressora 3D poder imprimir um órgão. Foi feito uma mistura com alginato e colágeno, junto com células tronco de uma córnea de um doador saudável. Esse gel desenvolvido é chamado

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: ccb@ccb.med.br
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003