Atendimento por WhatsApp 55 11 99102-2709

Notícias

14 de dezembro de 2021

Veterinário é salvo após transplante de medula com as próprias células

Após descobrir um mieloma múltiplo, paciente foi submetido a um transplante autólogo no Hospital Albert Einstein de Goiânia O veterinário Marcelo Tavares Teixeira, de 38 anos, descobriu um câncer na medula após procurar um médico porque se sentia cansado e sonolento. Com sintomas que costumam ser associados à anemia, não imaginava que encararia um problema tão sério. Após uma bateria de exames, veio o diagnóstico de mieloma múltiplo, tumor no qual as células de defesa são produzidas de maneira anormal, se multiplicando rapidamente e atrapalhando a produção das células vermelhas. Câncer deste tipos são incomuns na idade dele, costumam atingir pessoas com mais de 60 anos. Em um período de apenas 15 dias, o morador de Goiânia descobriu que precisaria de um transplante para sobreviver. Ele conta que foram momentos de muito medo. Casado e pai de uma criança temeu por sua vida e pela família. “Chorei, perdi peso, fiquei pensando se daria certo ou não. Um mês depois, estava bem. O tratam

7 de dezembro de 2021

Homem americano pode ser o primeiro paciente curado da diabetes tipo 1

Novo tratamento experimental usando células-tronco para produzir insulina surpreendeu especialistas e deu esperança a pelo menos 1,5 milhão de pessoas que convivem com a doença nos EUA Os remédios usados pelo paciente americano Brian Shelton, que se curou da diabetes tipo 1 Foto: AMBER N. FORD / NYT A vida de Brian Shelton sempre foi governada pela diabetes tipo 1. Quando o açúcar no sangue despencava, ele perdia a consciência repentinamente. Já bateu com sua moto contra a parede e desmaiou no quintal de um cliente enquanto entregava correspondência. Após esse episódio, seu supervisor lhe disse para se aposentar, depois de um quarto de século trabalhando para o serviço postal americano. Ele tinha 57 anos. Sua ex-mulher, Cindy Shelton, o levou para sua casa em Elyria, Ohio. — Tive medo de deixá-lo sozinho o dia todo — disse ela. No início deste ano, Cindy descobriu uma convocação para que pessoas com diabetes tipo 1 participassem de um ensaio clínico da Vertex Pharmaceuticals. A em

30 de novembro de 2021

Selma Blair usa elegante blazer em estreia de documentário sobre luta contra esclerose múltipla

A atriz Selma Blair, 49 anos, usou um elegante blazer preto combinado com saia e saltos altos também pretos durante evento para promover a estreia do documentário que fala sobre sua vida desde que foi diagnosticada com esclerose múltipla em 2018. A atriz Selma Blair em evento para promover documentário sobre sua luta contra a esclerose múltipla (Foto: Getty Images) A estrela de 'Legalmente Loira' participou de uma sessão de perguntas e respostas em Nova York na última sexta-feira, 12 de novembro, em que falou sobre o documentário 'Introducing, Selma Blair'. O filme - dirigido por Rachel Fleit, que também esteve no evento - conta com diversos vídeos gravados por Selma em que fala sobre sua luta contra a doença, incluindo seu tratamento de quimioterapia em preparação para uma terapia com células-tronco. Em agosto de 2018, Selma foi diagnosticada a doença autoimune. Depois de um ano convivendo com esses problemas, Blair optou por um transplante de células-tronco, além de quimioterapia

23 de novembro de 2021

Cientista já estudou com livros do lixo e hoje busca tratamento para asma

Quando era criança, uma das brincadeiras favoritas da cientista Dayene Caldeira, 28, era pesquisar as características das doenças e explicá-las para os adultos. O material de consulta eram livros que ela e a avó encontravam no lixo, enquanto recolhiam recicláveis para ajudar no sustento da família, que morava na periferia do Rio de Janeiro. A cientista Dayene Caldeira | Imagem: Fundação Estudar/Divulgação. "Minha avó não sabe ler, mas sempre acreditou na educação. Toda vez que encontrava um livro, ela me dava. Foi assim que eu aprendi inglês e que me apaixonei pela área da saúde", conta a pesquisadora. Com apoio também da mãe, que era cobradora de ônibus, Caldeira se formou em fisioterapia, fez mestrado e agora está no doutorado em ciências biológicas no Laboratório de Investigação Pulmonar da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), onde pesquisa uma técnica que, com uso de células-tronco, tem o objetivo de fazer a regeneração dos pulmões de pacientes com asma. O interesse p

16 de novembro de 2021

Cura da artrose a caminho? Cientistas criam cartilagem usando células-tronco

Para o tratamento de pessoas com desgaste de cartilagem — como quem tem osteoartrite (artrose) —, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, desenvolveu uma nova maneira para transformar células-tronco em tecido cartilaginoso. Potencialmente, a técnica deve permitir novas possibilidades de tratamento médico para quem enfrenta condições do tipo. Pesquisa transforma células-tronco em cartilagem (Imagem: Reprodução/Artem Podrez/Pexels) Vale explicar que a cartilagem atua como um amortecedor natural das articulações. Seja pelo avançar do tempo, por lesões esportivas ou traumas, o desgaste cartilaginoso leva à condição. Em consequência disso, é como se os ossos se raspassem uns com os outros. Nese ponto, a pessoa costuma sentir dores e ter dificuldade de movimentação, o que pode ocorrer em diferentes graus. Atualmente, faltam procedimentos que reparam o dano da cartilagem com alta eficácia e de forma permanente. Segundo os pesquisadores, os métodos disp

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: [email protected]
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003