Atendimento por WhatsApp 55 11 99102-2709

Notícias

27 de novembro de 2023

Molécula no leite materno pode ajudar bebês com paralisia cerebral

Uma pesquisa mostrou como uma molécula encontrada no leite materno pode ter com bebês com paralisia cerebral. A descoberta é muito promissora, justamente por ter sido encontrada em um alimento que é muito seguro para os bebês prematuros, o leite das mamães. O leite materno agora tem mais um novo benefício descoberto, ele pode ajudar bebês com paralisia cerebral. Foto: Reprodução.   Publicado na revista Cell Stem Cell e desenvolvido por pesquisadores do Departamento de Pediatria da Escola de Medicina da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, o estudo identificou que é possível recriar a chamada substância branca no cérebro de bebês. A diminuição da substância branca no cérebro de recém-nascidos está diretamente ligada à paralisia cerebral. Com isso, os profissionais conseguiram usar uma molécula gordurosa encontrada no leite materno, que desencadeia um processo de reconstrução da parte atingida, revertendo e reduzindo o quadro. Benefícios Para Eric Benner, autor principal do ar

20 de novembro de 2023

Cientistas revelam dois fatores para o autismo no cérebro em desenvolvimento

Duas anormalidades distintas do neurodesenvolvimento que surgem apenas algumas semanas após o início do desenvolvimento do cérebro foram associadas ao surgimento do transtorno do espectro autista, de acordo com um novo estudo liderado por Yale, no qual pesquisadores desenvolveram organoides cerebrais a partir de células-tronco de meninos diagnosticados com autismo. Foto: Pixabay Os pesquisadores dizem que as anormalidades específicas parecem ser ditadas pelo tamanho do cérebro da criança, uma descoberta que pode ajudar médicos e pesquisadores a diagnosticar e tratar o autismo no futuro. As descobertas foram publicadas na revista Nature Neuroscience. “É incrível que crianças com os mesmos sintomas acabem com duas formas distintas de redes neurais alteradas”, disse a Dra. Flora Vaccarino, professora Harris no Centro de Estudos Infantis da Escola de Medicina de Yale e co-autora sênior do artigo. Usando células-tronco coletadas de 13 meninos diagnosticados com autismo – incluindo oito

13 de novembro de 2023

Terapia com células-tronco: avanços e desafios para a medicina

A terapia com células-tronco tem se destacado como uma das áreas mais promissoras da medicina moderna. Com avanços significativos ao longo dos anos, essa abordagem terapêutica oferece a possibilidade de tratar diversas doenças e lesões de forma inovadora, muitas vezes superando limitações das terapias tradicionais. As células-tronco, caracterizadas por sua capacidade de autorrenovação e diferenciação em diferentes tipos celulares, despertam o interesse de cientistas e médicos em todo o mundo. Este artigo tem como objetivo explorar os avanços e desafios da terapia com células-tronco na medicina atual. Serão abordados os principais tipos de células-tronco, suas aplicações clínicas, a evolução da pesquisa nesse campo e as questões éticas envolvidas. Aplicações clínicas das células-tronco A terapia com células-tronco tem demonstrado grande potencial para o tratamento de uma ampla gama de condições médicas. Uma das aplicações mais bem-sucedidas é o tratamento de doenças do sangue, como

6 de novembro de 2023

Gravidez sem óvulo e espermatozoide pode ser futuro da reprodução

Startups de biotecnologia investem no desenvolvimento da técnica, mas conflitos éticos podem limitar o tema O especialista Rodrigo Rosa discute a técnica do IVG | Foto: Instagram / Reprodução Desde que um artigo da revista Nature relatou a formação do primeiro embrião sintético no mundo, usando células não-reprodutivas para criar a chamada gametogênese in vitro, muitos cientistas começaram a aventar a possibilidade de uma revolução no campo dos tratamentos de infertilidade.  “Essa abordagem vai muito além da fertilização in vitro, que combina óvulo e esperma em laboratório, porque não requer óvulos ou espermatozoides naturais. A produção de gametas acontece fora do corpo, com células não reprodutivas, como as da pele ou do sangue. Chamada de gametogênese in vitro, ou IVG, a técnica promete um dia fornecer a cura para muitos tipos de infertilidade, retardar ou até mesmo desligar os relógios biológicos e permitir uma melhor seleção de embriões”, explica Rodrigo Rosa, especialista em

30 de outubro de 2023

Cientistas desvendam criatura marinha imortal que regenera todo o corpo

Nas costas dos caranguejos-eremitas, é fácil encontrar uma criatura invertebrada em forma de tubo chamada Hydractinia symbiolongicarpus. Ela tem capacidades extremas de regeneração – e pode criar um corpo totalmente novo a partir de um fragmento de tecido. Imagem: Eric Lazo-Wasem/Wikimedia Commons/Reprodução Um estudo publicado na revista científica Cell Reports desvendou (parcialmente) como isso acontece. O que está por trás da regeneração de tecidos são as células-tronco, que se transformam em qualquer célula do organismo. A Hydra (vamos chamá-la assim) armazena suas células-tronco na parte inferior do tronco de seu corpo. Mas, se os pesquisadores removem a boca da criatura marinha, parte do corpo relativamente distante das células-tronco, um novo corpo surge a partir da boca. Por isso, existia a hipótese de que o bichinho gera novas células-tronco quando necessário. Os cientistas do último estudo, da Universidade de Galway (Irlanda), resolveram procurar por sinais moleculares qu

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: [email protected]
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003