Atendimento por WhatsApp 55 11 99508-6782

Notícias

9 de dezembro de 2020

Tratamentos podem reverter fatores ligados ao envelhecimento

Estudos realizados em idosos comprovam a eficácia do material no combate à problemas de saúde comuns na terceira idade A forma como o envelhecimento pode impactar uma pessoa é uma decorrência de diversos fatores. Além da motivação fisiológica, por conta da idade, alguns agentes ambientais podem acelerar o processo, que é caracterizado por rugas, flacidez, aspereza e pigmentação irregular. O processo é explicado pela perda numérica e qualitativa das células-tronco mesenquimais, que acontece no decorrer do envelhecimento. Buscar uma alternativa de combate ou reversão desse aspecto tem sido, cada vez mais, uma prioridade. Em 2017, duas pesquisas publicadas na revista “The Journals of Gerontology”, mostraram a eficácia do transplante de um tipo de célula-tronco adulta, denominada célula-tronco mesenquimal, na reversão de quadros decorrentes do envelhecimento. O primeiro teste envolveu 15 pacientes com idade média de 76 anos. Cada um recebeu infusões de células mesenquimais coletadas da

2 de dezembro de 2020

Cientistas criam retinas humanas funcionais em laboratório

A retina artificial reproduz as camadas celulares da retina natural. [Imagem: IOB.ch] Organoides Cientistas suíços geraram replicações precisas de retinas humanas em cultura, o que permite monitorar e localizar os tipos específicos de células afetadas por doenças oculares genéticas. A retina é a parte do olho que recebe e organiza as informações visuais. Ela contém milhões de células e nervos sensíveis à luz e tem cinco camadas distintas que enviam sinais coletivamente ao cérebro. Fruto de um trabalho de seis anos, esta conquista vai acelerar o progresso no desenvolvimento de novas terapias oculares, dizem os pesquisadores do Instituto de Oftalmologia Clínica e Molecular da Basileia (IOB). "A pesquisa aborda uma necessidade fundamental não atendida, que é desenvolver modelos de retinas que se assemelhem muito ao órgão real," disse o professor Cameron Cowan. "Isso abre a possibilidade de desenvolver tratamentos em laboratório feitos sob medida para cada paciente." Gravidez arti

25 de novembro de 2020

Cientistas canadenses descobrem a cura para a diabetes e testes em humanos serão iniciados em breve

Segundo a OMS, há 422 milhões de pessoas no mundo com diabetes. A doença pode trazer várias complicações se não for tratada e, até o momento não havia cura. Os pacientes tinham apenas como controlá-la. Só que cientistas da Universidade de Alberta, no Canadá, trouxeram uma notícia maravilhosa para todos nós. Eles descobriram a cura da diabetes e testaram a sua eficiência em alguns camundongos. Agora, estão aguardando liberação de investimentos para começarem os testes em humanos. Como foi descoberta a cura da diabetes? O grupo de cientistas da Universidade de Alberta, usou uma técnica que promove o desenvolvimento de células-tronco em células pancreáticas. Com isso, é possível que o corpo volte a produzir insulina naturalmente. “Fomos capazes de tratar incontáveis milhares de camundongos com essas células-tronco e efetivamente curar camundongos com diabetes ao longo de muitos anos”, disse Dr. James Shapiro, coordenador da pesquisa. “Trabalhamos com uma empresa chamada ViaCyte em

18 de novembro de 2020

Selma Blair emociona fãs com fotos nadando após um ano de luta contra esclerose múltipla

A atriz Selma Blair emocionou seus fãs nas redes sociais ao compartilhar no Instagram um álbum com três fotos em que aparece nadando da piscina de sua casa. Os registros foram motivo de comoção por parte dos seguidores das celebridade por eles virem à público um ano após ele tornar pública sua luta contra esclerose múltipla. A atriz Selma Blair (Foto: Instagram) Hoje aos 40 anos e famosa por sua presença em filmes como ‘Segundas Intenções’ (1999), ‘Legalmente Loira’ (2001) e os dois primeiros longas da franquia ‘Hellboy’, Blair aparece nos registros na piscina dentro d’água, vestindo um maiô preto e branco. Em uma das imagens, ela aparece boiando, com os olhos fechados. Na legenda do post, Blair incluiu um trecho do livro ‘O Ano do Pensamento Mágico’, da escritora Joan Didion: “Deixar que eles se tornem uma fotografia em cima da mesa. Deixar que eles se tornem um nome nas contas do inventário .Soltar-se deles na água”. “Sem palavras”, escreveu uma pessoa no espaço de comentários

11 de novembro de 2020

Cientistas criam espermatozoide em laboratório a partir de célula feminina

A gente aprende na escola que a reprodução é possível a partir da combinação das células reprodutivas de uma fêmea e de um macho. Ao que tudo indica, pelo menos no caso dos seres humanos, essa máxima pode estar com os dias contados. Cientistas britânicos foram capazes de desenvolver espermatozoide em laboratório a partir de células-tronco da medula óssea feminina. Segundo os responsáveis pela descoberta, esse pode ser o fim da necessidade do pai na reprodução (humana, pelo menos). Espermatozoide em laboratório britânico O experimento foi realizado por pesquisadores da Universidade de New Castle. Essa mesma equipe de cientistas, aliás, em 2017, anunciou ter conseguido desenvolver espermatozoide em laboratório – imaturos – a partir da medula óssea de homens adultos. Um dos grandes objetivos do estudo do espermatozoide feminino – como vem sendo chamado o espermatozoide em laboratório a partir de células de mulheres -, conforme os responsáveis pela descoberta, é possibilitar que casa

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: ccb@ccb.med.br
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003