Atendimento por WhatsApp 55 11 99508-6782

Notícias

19 de março de 2020

A união de biologia e tecnologia pode criar o 1º pâncreas bioartificial

Um dispositivo promissor pode, no futuro, medir a glicose dos pacientes com diabetes e automaticamente aplicar a dose certa de insulina Há mais de três décadas, pesquisadores de todo o mundo se esforçam para desenvolver um pâncreas artificial que ajude pessoas com diabetes. A ideia é criar um dispositivo capaz de automaticamente medir as flutuações da glicose e, em seguida, aplicar a insulina. Tudo isso sem que o paciente tenha de se preocupar em contar carboidratos na dieta, analisar gráficos, calcular a dose de insulina… Pois há uma nova promessa nesse front: a empresa Defymed, especialista em produtos médicos implantáveis, desenvolveu o MailPan. É uma espécie de bolsa implantável dentro do corpo, na parte mais superficial da parede do abdômen, e que contém no seu interior células produtoras de insulina geradas em laboratório a partir de células-tronco embrionárias. A bolsa do dispositivo atua como uma espécie de escudo, impedindo o ataque do nosso sistema imunológico contra as

12 de março de 2020

Cientistas desenvolvem primeira córnea humana feita em uma impressora 3D

A descoberta pode diminuir a fila de 15 milhões de pacientes que aguardam um doador.   Pesquisadores da Universidade Newcastle, no Reino Unido, conseguiram desenvolver a primeira córnea humana feita em uma impressora 3D. O objetivo é evitar a dependência de um doador, podendo "fabricar" uma córnea nova para um paciente. A pesquisa estima que cerca de 15 milhões de pessoas em todo o mundo esperam por uma doação de córneas atualmente. A córnea é a parte transparente que fica na camada mais externa do olho. Ela é responsável por permitir a entrada da luz, além de focar em objetos ou cenas. No transplante, essa "película" doente é removida e a saudável é colocada em seu lugar.  Para conseguir desenvolver uma córnea "artificial" os cientistas, Steve Swioklo e Che Connon, criaram um material específico para a impressora 3D poder imprimir um órgão. Foi feito uma mistura com alginato e colágeno, junto com células tronco de uma córnea de um doador saudável. Esse gel desenvolvido é chamado

5 de março de 2020

Células-tronco podem contribuir para alívio de dores, diz pesquisa

O potencial das células-tronco - estruturas que podem dar origem a vários tipos de células — está sendo analisado para o alívio da dor. Cientistas da Universidade de Sydney, na Austrália, pesquisam de que maneira células-tronco pluripotentes induzidas (capazes de se transformar em maior variedade de células) atuam no controle da dor neuropática, decorrente de lesões nas fibras nervosas sensitivas do Sistema Nervoso Central e/ou periférico. Feito em cobaias, o trabalho apresenta bons resultados, o que encoraja os pesquisadores a seguirem adiante. "As células-tronco promoveram o alívio duradouro da dor, sem efeitos colaterais", afirma Leslie Caron, co-autora da pesquisa. "Isto significa que o implante de células-tronco pode ser um tratamento efetivo." As células-tronco têm sido alvo de centenas de pesquisas para doenças diversas. Por sua capacidade de gerar novos tecidos, são como espécies de peças novas que podem substituir as antigas ou as danificadas, promovendo a recuperação de á

27 de fevereiro de 2020

Cientistas tentam desvendar a linha do tempo do sistema imune

Cientistas mapeiam como funciona, nos diferentes estágios da vida, a glândula responsável pela geração de células de defesa do corpo humano. Trabalho poderá ajudar no desenvolvimento de terapias para doenças diversas, como cânceres e males autoimunes O sistema imune pode ser definido como um escudo do corpo. Sua ação protetiva é a chave para o tratamento de uma série de doenças, já possíveis falhas em seu funcionamento podem ser a causa de algumas enfermidades. Devido a sua importância e complexidade, pesquisadores tentam entender melhor como essa estrutura funciona. Com esse objetivo, cientistas internacionais realizaram um mapeamento genético do timo — glândula que produz os linfócitos, uma das células que protegem o corpo. Com as informações obtidas no estudo publicado na última edição da revista Science, eles acreditam que futuramente será possível desenvolver novas terapias imunológicas para o tratamento do câncer e outras enfermidades. A glândula timo está localizada no peito

20 de fevereiro de 2020

Inovadora pistola 3D imprime pele artificial diretamente em feridas

Um rolo de fita adesiva, só que feito de pele. Essa é a melhor analogia para explicar como funciona um novo aparelho desenvolvido por cientistas da Universidade de Toronto, no Canadá. Trata-se de uma impressora 3D portátil que cria pedaços de pele artificial para serem aplicadas diretamente nas feridas de vítimas de queimaduras graves. O dispositivo e a pele artificial fazem parte dos resultados de uma pesquisa publicada nesta semana no jornal "Biofabrication", da IOPScience. Os estudos começaram em 2018, mas a novidade é que a inovação foi testada com sucesso em animais. Como a pele impressa funciona? Do tamanho de uma caixa de sapatos, o dispositivo pesa menos de 1kg. Quando acionado, ele "imprime" folhas de pele capazes de fechar as queimaduras. Elas possuem propriedades cicatrizantes e regeneradoras. Tão fácil como fechar um envelope com fita adesiva, elimina-se qualquer necessidade de enxerto de pele, técnica mais comum atualmente, que usa pedaços de tecido retirados de outr

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: ccb@ccb.med.br
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003