Notícias

Células-tronco de dentes de bebê podem ser usadas para tratar dentes doentes

Cientistas divulgaram que células-tronco retiradas de dentes de leite poderão ser usadas para reparar lesões dentárias e consertar dentes mortos no futuro. A natureza regenerativa das células-tronco, aquelas que podem se transformar em várias estruturas do corpo, permitiu aos pesquisadores restabelecer com sucesso o tecido interno mole do dente, também chamado de polpa dental. A pesquisa foi realizada com 30 pacientes na China.

Segundo o estudo, a mesma técnica poderia ser usada também para reparar dentes adultos, substituindo os vasos sanguíneos e as conexões nervosas que geralmente desaparecem para sempre quando um dente sofre um dano grave.

O cientista Songtao Shi, da Universidade da Pensilvânia, disse: "Este tratamento dá aos pacientes a sensação de volta dos dentes. Com esta técnica, o paciente sente que o dente está vivo novamente”. Os pesquisadores envolvidos já relataram que, ao concluir o estudo, será possível desenvolver uma terapia segura e eficaz para os pacientes.

Como os pesquisadores apontam, quase metade de todas as crianças sofre algum tipo de dano em um dente durante a infância, e quando isso acontece, o suprimento de sangue e o desenvolvimento da raiz podem ser afetados, deixando o dente morto.

Os dentistas já usaram um tratamento chamado de apexificação para tentar estimular o desenvolvimento das raízes, mas esta não é uma solução ideal, já que não substitui o tecido.

Os pesquisadores que trabalharam neste estudo aprofundaram os conhecimentos sobre a terapia com células-tronco dentárias retiradas de dentes de leite, tecnicamente conhecidas como células-tronco de polpa decídua humana (hDPSC). O ensaio clínico cultivou as células-tronco em laboratório. Em seguida, elas foram implantadas de volta no dente lesionado.

Os resultados mostraram que os dentes problemáticos das crianças que receberam o implante tiveram um aumento do fluxo sanguíneo e um aumento da espessura da dentina. A técnica também torna a raiz mais saudável, recuperando as sensações do dente.

Os pesquisadores disseram que o tratamento é encorajador, mas que ainda há muito trabalho a fazer, inclusive com a realização de testes mais amplos.

Comentário CCB:

As células-tronco retiradas da polpa do dente de leite tem a capacidade de se diferenciar em vários tipos de tecidos do nosso organismo, sendo muito semelhantes as do tecido do cordão umbilical.

Fonte: www.sitedecuriosidades.com

Publicado em: 14 de novembro de 2018 às 22:11.

Central de Atendimento:
Telefone: (11) 3522-4851 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: ccb@ccb.med.br
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003