Atendimento por WhatsApp 55 11 99102-2709

Notícias

24 de outubro de 2008

Células-tronco humanas protegem cérebro de derrame em ratos

Experimento foi conduzido por grupo de cientistas japoneses e americanos. Grupo tem objetivo de iniciar testes com seres humanos em um ano. Células-tronco adultas injetadas diretamente no cérebro podem reduzir os danos causados por um derrame. Pelo menos em roedores. É o que demonstrou um estudo recém-conduzido por pesquisadores americanos e japonezses. Agora, o grupo já pensa em realizar testes em seres humanos. Os resultados estão na edição desta semana do periódico da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, "PNAS". O que os cientistas encabeçados por Darwin Prockop, do Centro para Terapia Gênica, em Nova Orleans, e Hirokazu Ohtaki, da Universidade Showa, em Tóquio, fizeram foi injetar células-tronco humanas extraídas da medula óssea no cérebro de roedores, um dia depois deles sofrerem um acidente vascular. Os resultados foram bastante positivos. "As células-tronco melhoraram a função neurológica e reduziram marcadamente a morte celular neuronal no hip

21 de outubro de 2008

Célula-tronco adulta faz cão paraplégico voltar a ficar de pé

Resultado, obtido também com gatos, prenuncia teste em humanos. Equipe da Fiocruz espera aprovação de comitê de ética para próxima fase. Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) da Bahia estão se preparando para testar o potencial das células-tronco adultas para ajudar pessoas que sofreram lesões na medula espinhal e ficaram com parte do corpo paralisada. Após resultados animadores em animais – cães e gatos voltaram a ficar de pé após meses em estado paraplégico –, o grupo coordenado pelo médico Ricardo Ribeiro dos Santos espera a autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) para iniciar os primeiros testes em humanos. “Submetemos nosso pedido há cerca de seis meses”, contou Ribeiro dos Santos ao G1 durante o 54. Congresso Brasileiro de Genética, que acontece em Salvador e termina nesta sexta (19). “É claro que gente é gente, e não podemos garantir que os mesmos resultados aconteçam com os pacientes humanos, mas estamos animados”, diz o pesquisado

9 de outubro de 2008

Brasileiros testam novo método para tratar diabetes 1 com células-tronco

Protocolo anterior funcionava, mas era muito agressivo para pacientes. Agora, grupo quer modular sistema imune com as próprias células-tronco. Pesquisadores da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, que realizaram o primeiro estudo em humanos envolvendo células-tronco e diabetes, iniciaram nova pesquisa. Os cientistas brasileiros conseguiram reverter a alteração imunológica que dá origem ao diabetes tipo 1, utilizando para isso uma combinação de células-tronco e quimioterapia. O diabetes tipo 1 acomete principalmente jovens e crianças e leva os pacientes a necessitarem de múltiplas aplicações de insulina para manter os níveis de açúcar no sangue. Nos diabéticos desse tipo, as células produtoras de insulina são atacadas pelos órgãos de defesa do corpo, parando assim a produção do hormônio essencial para o funcionamento do organismo. Na pesquisa de 2003 os médicos desligavam o sistema imunológico dos pacientes com aplicações de quimioterapia. Após isso, "

6 de outubro de 2008

Células-tronco ajudam bebê com paralisia cerebral a ter melhora

Criança consegue pular e falar depois que passou por tratamento inovador. O Caso de menina hoje com 2 anos é um marco nesse tipo de terapia. Com uma simples palavra no banco de trás do banco do carro, Chloe Levine, 2, apresentou um grande avanço. "Coco", disse a criança, expressando pela primeira vez seu apelido. Essas duas sílabas proferidas por Chloe são um marco na terapia com células-tronco, ajudando os cientistas a provar que injetar em um bebê células-tronco dele próprio pode restaurar um cérebro acometido por paralisia. Antes do tratamento em maio na Universidade Duke, na Carolina do Norte, Estados Unidos, Chloe tinha problema na fala e o lado direito do seu corpo estava quase paralisado. Agora ela consegue pular da cama, usando sua mão direita e aprendendo palavras novas todo dia. Esses experimentos da Duke expandem novamente a abrangência das restaurações de falhas corporais possibilitadas pelas células-tronco. Chloe com a mãe, Jenny, que fez questão de

25 de setembro de 2008

Família de SP ganha na Justiça direito de coletar células-tronco de bebê para salvar irmã de doença

Em decisão inédita na Justiça paulista, uma família de São José do Rio Preto, a 451 km de São Paulo, ganhou o direito de coletar células-tronco do cordão umbilical de um bebê recém-nascido. O material pode ajudar na cura de Julia Guilarduce, de 8 anos, irmã da pequena Sara. Ela teve leucemia diagnosticada há um ano. Na família não há doadores compatíveis. - Estamos muito alegres e esperançosos de que tudo vai dar certo - conta a mãe de Julia e Sara, Veronica. O procedimento custa R$ 5 mil e foi custeado pelo Estado, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), já que a família não tem condições de arcar com os custos. - Depois de diagnosticada a doença, em dois meses eu engravidei. Quando eu fui no meu ginecologista, ele que me alertou, eu expliquei da Júlia. Ele falou assim 'vai ser a cura da sua filha' - diz Verônica. O material coletado foi enviado para exame de compatibilidade em São Paulo. O resultado deve sair em 15 dias. A chance de compatibilidade entre as células-tronco de

Central de Atendimento: 
São Paulo e Região: (11) 3059-0510 | DDG: 0800.770.1112 | E-mail: [email protected]
Av. Indianópolis, 1843/1861 - Indianópolis - São Paulo/SP - CEP: 04063-003